Ir para conteúdo
sáb, 04/03/2017

Carta ao Leitor: Esclarecimento da Secretaria de Segurança Pública

Em atenção às cartas dos leitores Angelo Tonelli e Iris Boschi (04/03), a Secretaria da Segurança Pública esclarece que não mede esforços para reforçar o efetivo e investir em equipamentos que auxiliem no trabalho das polícias paulistas. Dessa forma, desde 2011, foram contratados 28.168 profissionais, sendo 23.788 para a PM, 3.688 para a Polícia Civil e 692 para a Polícia Técnico Científica. Estão ainda em formação 3.278 policiais militares, 442 civis e 124 técnico científicos, que serão distribuídos para o Estado após a conclusão dos cursos. Além disso, foram investidos, no mesmo período, R$ 793 milhões na compra de 14.407 viaturas. Fruto dos investimentos e do comprometimento dos policiais paulistas, o Estado bateu recorde de prisões e apreensões em flagrante (159.849) e por mandado (71.855) em 2016.

A SSP tem conversado com entidades representantes das polícias para ouvir as demandas das categorias. Nos encontros, o secretário Mágino Alves Barbosa Filho também apresentou as dificuldades impostas pelo cenário econômico e informou que serão realizados estudos junto à Secretaria de Planejamento para avaliar a evolução das receitas e assim definir o ritmo das contratações e a possibilidade de reajustes salariais. Não se pode ignorar que o Brasil está atravessando a pior crise econômica de que se tem notícia e que o Estado deve obedecer aos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Para toda contratação, deve ser observado o seu impacto orçamentário. As polícias paulistas tiveram ainda reajustes entre 44 e 72% nos últimos seis anos.

São Paulo, 04 de março de 2017

← Voltar